Autor: E.T.A. Hoffmann

Tradutora: Maria Aparecida Barbosa

182 páginas

 

Roma, século XVIII. Às vésperas do carnaval, Giglio Fava, um ator vaidoso e pé-rapado, e Giacinta Soardi, uma linda costureira, rompem seu namoro. Ele deseja mais, é claro: nada menos que uma princesa. Mas, graças à intervenção do mago Celionati, a história toma rumos inesperados. Rumos que dizem respeito não apenas aos destinos desses dois, mas à maneira de pensar e viver o teatro, a arte e a vida. Será que devemos apenas representar os papéis que nos são atribuídos (por um autor ou pela sociedade)? Ou será mais nobre – e, sobretudo, mais divertido – exercermos a liberdade de brincar, de jogar, de improvisar (com o público ou com a vida)? O leitor encontrará uma linda resposta a essa pergunta em Princesa Brambilla. Mas, acima de tudo, há de se emocionar e de se divertir intensamente.

 

Composta a partir de gravuras de Jacques Callot (1592-1635) feitas a partir das máscaras do carnaval italiano, a Princesa Brambilla, publicada em 1820, é uma declaração de amor à Commedia dell’arte.

Princesa Brambilla

R$40.00Preço